terça-feira, 24 de junho de 2014

Fisco reconhece erros e desbloqueia concurso para mil novos inspectores

O recrutamento de 1000 novos inspectores do fisco está finalmente desbloqueado, depois de sete meses parado por causa de reclamações apresentadas pelos candidatos. O júri do concurso reconheceu erros nas provas e publicou a lista final de classificados na segunda-feira. O novo calendário do Governo aponta agora Setembro como o mês de reforço de pessoal da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), o que significará um atraso de cerca de dez meses em relação ao compromisso assumido com atroika (final de 2013).
O novo prazo para a entrada em função dos novos inspectores foi apontado pelo Ministério das Finanças depois na segunda-feira ter sido publicada a lista final dos candidatos. Num primeiro momento, o júri deu nota positiva a 980 pessoas, mas, depois de analisar 97 reclamações e rever os critérios de correcção de algumas respostas, passaram nos exames 1151.
Das reclamações analisadas, 88 diziam respeito ao exame (de escolha múltipla) dirigido aos trabalhadores com formação em economia, gestão, contabilidade e auditoria – o principal ramo a que se dirigia o concurso. Perante os requerimentos apresentados, os critérios de correcção foram revistos (nas várias versões da prova), o que fez com que as pontuações fossem igualmente revistas, levando a que mais candidatos fossem aprovados. Por exemplo, em três questões do exame da área da economia, o júri considerou correcta mais do que uma resposta, seja porque entendeu que havia diferentes interpretações técnicas diferentes, seja por erro de formulação.
Aliás, num dos casos em que foi detectada uma incorrecção – a que o júri se refere na acta do concurso como um “lapso na formulação de uma das variáveis da questão” –, as quatro hipóteses do enunciado foram consideradas correctas; nesse caso, “dados os efeitos daí decorrentes”, todos os candidatos obtiveram a pontuação nessa pergunta.
Num aviso publicado na segunda-feira, a AT prevê que até ao final de Setembro “seja definida a lista dos serviços” onde vão ser colocados os candidatos seleccionados (todos do universo da administração pública, já que este é um concurso interno, destinado a funcionários públicos com contrato por tempo indeterminado). A meta do Governo é que “os novos inspectores estejam já em funções” durante esse mês, garantiu o Ministério das Finanças em resposta a questões colocadas pelo PÚBLICO junto do gabinete de imprensa. A Associação dos Profissionais da Inspecção Tributária (APIT) admite – tendo em conta os prazos agora anunciados – que o processo só venha a ser concluído em Outubro.
AT verifica vínculos
Para já, os candidatos seleccionados têm de apresentar ao fisco uma série de documentos comprovativos e só depois de feita essa análise é que se segue o período de candidaturas aos lugares nos vários serviços, a definir pela AT. E só nessa altura se saberá se, de facto, serão ocupadas as 1000 vagas. Não só no caso de eventuais desistências, mas também porque entre os seleccionados poderá haver trabalhadores que não cumprem os requisitos exigidos em termos de vínculo à função pública, mesmo tendo assinado uma declaração sob compromisso de honra a atestá-lo, antes da realização do exame.
O reforço abrangerá os vários ramos da AT, tendo sido abertas 900 vagas para trabalhadores das áreas de economia, gestão, contabilidade e auditoria, 80 de informática e 20 de estatística.
O ministério não deu ainda a conhecer os serviços que vão receber os novos inspectores. Face às necessidades de pessoal calculadas pela APIT, a associação prevê que 50 a 60% dos novos trabalhadores sejam alocados aos serviços centrais, em Lisboa, às direcções de finanças da capital, de Setúbal e de Santarém. Embora o presidente da APIT, Nuno Barroso, preveja que o reforço incida nos serviços destes territórios, sobretudo na zona de Lisboa, é esperado que os novos quadros “sejam distribuídos por todo o país”.
O presidente da associação que representa os inspectores tributários vê com bons olhos a entrada de 1000 novos profissionais, mas diz que o reforço é insuficiente para cobrir a saída de pessoal, não apenas as aposentações de 2013, mas também as que deverão acontecer este ano na AT. “Mesmo com a entrada de 1000 pessoas, não acredito que [o quadro da administração fiscal] fique no nível que se pretendia”, alerta Nuno Barroso, pedindo a abertura de um novo processo de recrutamento – interno ou externo. E fala na necessidade de a AT lançar um novo concurso “no curto prazo”, lembrando o tempo decorrido desde que o actual processo foi iniciado, em Novembro de 2012. Um cenário que o PÚBLICO não conseguiu validar junto do Ministério das Finanças.
FONTE:
Publico
Portaldasfinancas:
     Aviso
     Ata
     Lista Ref A
     Lista Ref B
    Lista Ref C

327 comentários:

  1. Espero que quando falam em “sejam distribuídos por todo o país”, estejam a incluir Braga e Porto. Sou de Braga e não me apetecia nada ir para Lisboa agora...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou incluído na Referência B (Informática) e como também sou do Norte (à semelhança de outros colegas na mesma situação), ainda restam algumas esperanças que sejam contempladas vagas por todo o país e não em exclusivamente em LX...

      Eliminar
    2. Realmente para quem estiver na carreira de Especialista de Informática, tenho sérias dúvidas que compense uma deslocalização para fora da área da residência, ainda por cima se houver agregado familiar envolvido (mesmo contando com FETs).

      Eliminar
    3. Pensamento de um Lisboeta "...sejam distribuídos por todo o país..." - Lisboa, Setúbal, Santarém!

      Eliminar
    4. Esse cenário seria muito mau...

      Eliminar
    5. Respondendo à resposta das 25 de Junho de 2014 às 15:48, Alerto que está previsto que a carreira de Especialista de Informática seja revista e integrada na carreira geral, passando os informáticos a Técnicos Superiores como os outros.

      Eliminar
    6. E a nova Tabela de Renumeração Única que se encontra atualmente "em cima da mesa" já prevê que sejam integradas todas as carreira que não foram revistas... (será esta - a de Inspetor - isenta?)

      Eliminar
  2. Finalmente a lista... e a espera recomeça... repararam nos timings de homologação pelo SEAF? foi bem rápido!!!
    O governo tem expectativas de Setembro e honestamente não tenho razões de queixa dos RH da AT, por isso, caso dependa só deles, até pode ser possível.
    Cumprimentos a todos e parabéns a quem ficou na lista final

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde!
    Com as alterações ocorridas e após o critério de desempate, passei de 637º para 967º, o que quer dizer que fico excluído, pois a Ref. A, ao qual concorri apenas tem 900 vagas.
    Mais alguém nesta situação, se sim o que se pode fazer?
    Obrigado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lamentávelmente aconteceu o mesmo com alguns colegas meus mas não deverá desanimar: existem candidatos que não vão conseguir fazer prova de cumprir os requisitos e esses serão excluídos e ainda os candidatos que cumprindo não vão aceitar a colocação por isso as perspectivas ainda são de que todos os candidatos aprovados serão colocados. Boa sorte

      Eliminar
    2. Sim, infelizmente também estou na mesma situação . . . Podemos usar o Recurso Hierárquico

      Eliminar
    3. Essas posições não correspodem à mesma pessoa... Mas o que poderá fazer é reclamar, está no seu direito. Além disso, não sei se já alguém se apercebeu, mas a ordenação feita na lista proviória, foi ao contrário da da lista final, em termos de desempate por idade, dado que, quem ficava em desvantagem por ser mais novo, passou a ter vantagem, e isso também levou a que algumas pessoas tenham perdido tantos lugares.
      De qualquer forma, não há que perder a esperança, eu acredito que as 900 vagas não venham a ser preenchidas, tanto por via das desistências como por via de Habilitações desadequadas.

      Eliminar
    4. Sei q no ultimo concurso houve elevado numero de desistências por serem colocados longe de casa, inclusive funcionários da at, por isso vamos esperar para ver. Mas o importante agora seria sairem as vagas por local, sem isso nao se pode planear nada

      Eliminar
    5. Acho que a lista vai ser revista, pois os critérios de desempate terão sido mal aplicados !!!

      Eliminar
    6. Habilitações? Então acham que o juri andou a dormir este tempo todo? Os que foram aceites ficam, pois o juri achou a Licenciatura adequada. Será que o "Anonimo" quando concorreu não reparou numa janelinha onde se tinha de pôr o curso??? A única situação que pode haver é de pessoas que afirmaram que tinham vinculo há FP e na verdade não o têm... Chega a ser cansativo, as afirmações que fazem neste blog só para semear a confusão... Não têm nenhuma praia por perto para irem? Aproveitavam melhor o tempo, santa paciência!!!

      Eliminar
    7. Ao Anónimo de 25 de Junho de 2014 às 12:08, com que fundamentos se baseia para fazer essa afirmação? Se não estou em erro, e corrijam-me se estiver, os critérios de desempate estão definidos na ata n.º 2 do júri do concurso e não foram alterados. Mas se foram digam-me porque também tenho interesse. Apesar de ter sido admitido e de ter mantido a minha posição na listagem final, talvez consiga subir algumas posições.

      Eliminar
    8. Conheço casos de colegas que fizeram a prova apesar de possuirem a Lic em Gestão de Recursos Humanos, e parece-me que irão ser exluidos por não constarem da lista de Licenciaturas admissiveis. Mas insistem que ja constam da lista e vão entrar. Enfim !

      Eliminar
    9. Esses, deduzo eu, que após a apresentação do certificado de habilitações fiquem excluídos!

      Eliminar
    10. E já agora invejoso.... Não é "da lista"... é "na lista".... Pelos vistos a tua Licenciatura, é em Estudos Brasileiros, hehehehe

      Eliminar
    11. Se o juri os aceitou, é porque considerou a Licenciatura adequada à respetiva área funcional.... Não vão ser excluidos....

      Eliminar
  4. Quais são os critérios de desempate?

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde,também faço parte da lista dos admitidos,embora "fora" do âmbito das 900 vagas.Resta esperar por eventuais desistências ou então, como por aí se fala, de candidatos que não possuíam todos os requisitos, serem excluídos do concurso.De qualquer forma boa sorte para todos.

    ResponderEliminar
  6. recomeça a espera... esperemos que seja curta desta vez

    Alguém sabe se as vagas estão já definidas? Julguei que seriam definidas em reunião do Júri.

    Obrigado

    ResponderEliminar
  7. É inadmissível o que aconteceu! Até aceitaria se ninguém tivesse ficado prejudicado, mas assim não. Como é possível uma pergunta ter todas as respostas certas??? Se não tinham considerado todas as variáveis, que considerassem a que era válida para eles (júri)!!!! O júri é soberano! Eu não estou nessa situação, até porque melhorei no ranking com a nova lista... a única coisa que vos posso sugerir é que reclamem e em último recurso o tribunal (aí tenho a certeza que serão incluídos, mas será mais moroso e dispendioso :()

    ResponderEliminar
  8. Bom dia,alguém já recebeu notificação para apresentação de documentos via email? Se sim,podem indicar qual o prazo para o ato?Cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Julgo que ainda levará mais uma ou outra semana até recebermos a notificação via email, mas não impede que reunamos a documentação.
      Cump

      Eliminar
    2. Será??? esperemos que sim sobretudo depois da infeliz experiência de aguardar 7 meses pela lista final homologada

      Eliminar
  9. Recurso hierarquico para quem? Ministro ou Primeiro ministro??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para o SEAF? Não sei se reparou, mas foi o SEAF que homologou o despacho... E acima do Governo não só o povo, ou seja, os tribunais...

      Eliminar
    2. Questionei a AT sobre o recurso hierárquico recebi esta resposta: "Do despacho de homologação do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais não cabe recurso hierárquico." Fiquei sem saber se poderemos recorrer hierarquicamente noutra fase deste processo ou só mesmo indo para tribunal..

      Eliminar
  10. A propósito da ata 5, é referido por várias vezes o "Anexo I" que é parte integrante da mesma, mas na realidade este não aparece em lado algum...

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde
    É pena que pessoas venham contar historias só para assustar, a pessoa que disse ter passado do 637 para 967, não está correto ,pois como se pode facilmente constatar pelas lista não é verdade, são pessoas distintas. Haja paciência para aturar esta gente...

    ResponderEliminar
  12. Acredito que já estamos todos exaustos de tanta espera mas vamos lá ter paciência e acreditar que tudo se resolverá brevemente... a correr bem pode ser que em setembro estejamos em funções. Estive a analisar os timings do concurso de Direito e os RH andaram bastante rápido, a lista final saiu a 23/11 e o estágio iniciou 30/12, pouco mais de um mês. Será que conseguem fazer o mesmo aqui?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez,mas neste concurso estão em causa 1000 postos e não 350, como no anterior concurso de direito.

      Eliminar
    2. No aviso/Informação, publicado no site das finanças, diz que até final de setembro serão definidos os locais de estágio e nessa altura enviadas passwords para escolher os locais, e que a assinatura do contrato é previsivelmente no ultimo trimestre deste ano. Três meses possíveis para inicio do estagio e da maneira que isto está a demorar vai ser no ultimo...

      Eliminar
    3. Sim, e o ministério das finanças diz que pretende que estejam os novos IT em funções em Setembro. Em que é que ficamos?

      Eliminar
  13. Alguém sabe se há pagamento de subsídio de insularidade para quem for para a Madeira ou Açores e como é que isso funciona?

    ResponderEliminar
  14. Alguém sabe se a escolha dos locais é responsabilidade dos RH ou será uma questão a decidir pelo novo DG da AT?

    ResponderEliminar
  15. Parece-me que ainda deverá haver um movimento extraordinário e só depois em função dessas colocações será elaborada a lista final... Para mim Lx parece-me o destino mais provável mas estou por tudo! Com sorte ainda consigo ficar mais perto de casa... Boa sorte a todos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja o q for. O q interessa é q comece de uma vez por todas. Alguém sabe quando começar a contactar os admitidos?

      Eliminar
  16. Desculpem a ignorância, mas alguém tem ideia de como funcionarão as colocações? Sou dos últimos da lista de admitdos (algures entre o 70º e 80º , Ref B, Informática) e tenho receio de estar a jogar ao totoloto quando escolher a colocação. Ou seja, digamos que escolho um local para onde não tenha preferẽncia por haver melhores posiconados na lista. O que acontece? fico de fora? sou automaticamente colocado noutro sitio pelos RH? Como se processa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No ultimo concurso foi para quem n tinha vagas colocação automática. Mas nada é certo até sairem as vagas e o tempo para isso...o resto agora interessa pouco

      Eliminar
    2. Deve fazer a escolha das colocações por ordem de preferência. Não se limitar a escolher um local, mas se calhar todos! Caso não tenha colocação nos locais que escolheu, será colocado oficiosamente onde haja mais necessidade, cabendo-lhe depois aceitar ou não.

      Eliminar
  17. Boa Noite.

    Relativamente aos criterios de desempate, alguem pode indicar a onde estão publicadas os critrios de desempate.

    Obrigado

    Nuno

    ResponderEliminar
  18. existe muita gente que na minha opinião não deve ter entrado para este concurso, ou deve ter ficado fora das vagas, visto que, vem para este blog tentar denegrir a imagem daqueles que entraram, tentando impor a imagem de que esta nova reorganização da lista está viciada.
    Pois para esses digo: não estejam tão preocupados, apesar do nível remuneratório elevado " inspetor tributário não é pera doce", tenho amigos que já o são e não lhes invejo a vida, a pressão é demasiada...
    porque acham que lhes exigem que devem atestar se tem o perfil físico e adequado????
    entrei, não sei se vou... mas aos candidatos que forem desejo boa sorte e muita força para enfrentar as dificuldades que ai vem, porque mais uma vez repito, esta profissão de bom só tem o índice remuneratório.
    bem hajam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ser inspetor já não é fácil, mas o estagio será bem pior. Já estou preparada mentalmente para o estagio....

      Eliminar
    2. Esses comentários são algo despropositados. Não sei onde trabalha e que funções desempenha (para não ter pressões) mas se o fizer com o mínimo de brio profissional terá certamente muito o que fazer (com a respetiva dose de responsabilidade). Não querendo medir índices de responsabilidade, todos os cargos apresentam uma responsabilidade associada. Quanto à declaração, não sei como desconhece a obrigatoriedade da sua apresentação nos termos do D.L.242/2009 de 26 de setembro...

      Eliminar
    3. Já trabalhou no privado? A vida é dura para os fracos!

      Eliminar
    4. Retificação ao comentário anterior: com D.L. 242/2009 de 16 de Setembro...

      Eliminar
    5. Caro Daniel,
      Já trabalhou na inspeção de um organismo público que lide diretamente com a população em geral (finanças, segurança social, ASAE, etc)? Não é fácil enfrentar a ira das pessoas, ainda mais quando são os próprios inspetores que estão a dar a cara por um serviço e estão a cumprir com o seu trabalho (e isso muitas vezes não é compreendido)... É claro que todos os trabalhos têm a sua responsabilidade e as suas pressões, e muitas vezes muito altas/fortes, mas quem trabalha com o público sabe o quanto isso pode ser "duro"...

      Eliminar
    6. calma que é só uma declaração deste género

      http://www.google.pt/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=5&ved=0CDoQFjAE&url=http%3A%2F%2Fwww.carregal-digital.pt%2Findex.php%3Fmod%3Dfiles%26action%3Ddownload%26fileid%3D2717&ei=gZSxU7LQEOTD0QXwvYDoAQ&usg=AFQjCNHjpVwspv76p591s1BluYw6D3RNTg&bvm=bv.69837884,d.bGQ

      Eliminar
  19. Bom dia, também faço parte da lista dos admitidos e conheço algumas pessoas que foram para fora dos 900 admitidos, pelo que verifiquei foram várias pessoas. O meu desejo é que todos sejam incluidos. Mas não acho nada justo o que se fez. Não deviam ter prejudicado ninguém . Ainda por cima com critérios que considero estranhos no minimo :S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. concordo consigo, eu fui um dos que fui recolocado para depois de 900, sinto-me prejudicado, achava que já tinha sido admitido. As questões alteradas provocam-me muita desconfiança no sistema, alguém beneficiou com isso sem merecer, eu mantive a minha nota, arrisquei a responder a uma única questão que me pareceu mais correta, não é assim que se deve fazer?

      Eliminar
    2. A lista homologada deverá vir a ser revista !!!

      Eliminar
  20. Felizmente fiquei em 420.º lugar. Recorda-me da pergunta do reconhecimento do rédito, e escolhi a opção inicialmente errada, como não registado em activo fixo. Das outras perguntas não me recordo precisamente o que escolhi. Fico contente por ter conseguido obter positiva, o que foi surpresa para mim, e estou ansioso por começar esta nova fase da minha vida profissional (e necessariamente pessoal, dado que com bastante certeza sairei de Viana). Tenho pena dos meus colegas casados, com filhos e créditos que terão de se deslocar, será árduo para eles! Boa sorte a todos.

    ResponderEliminar
  21. Meus caros. Não sei quando iremos receber os emails da at para entrega dos documentos. Alguém tem alguma previsão?
    obrigado

    ResponderEliminar
  22. Alguém pode ajudar sobre o que é que a AT com a nota biográfica que é pedida no aviso?
    Será aquelas declarações do serviço, pedidas nos procedimentos concursais?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim é isso, mas no email devem especificar melhor. Tal com o certificado de habilitações q no aviso diz q deve dizer para fim concursal, não será bem assim, será um certificado normal...

      Eliminar
    2. Resposta dada pela DSGRH sobre esta matéria: "Os serviços responsáveis pela emissão das notas biográficas são conhecedores dos elementos que desta devem constar.". Daqui depreendo que basta pedir aos nossos serviços de origem uma nota biográfica completa e detalhada, onde também conste a natureza do vínculo. Já pedi e estou à espera que ma enviem..

      Eliminar
    3. Boa tarde, penso que com nota biográfica se referem ao nosso Registo Biográfico, que é um documento que faz parte do nosso processo individual, onde consta, data de início e fim do contrato, organismo ou organismos onde exercemos funções,em cada ano civil, e modalidade do contrato, tempo de serviço, antiguidade, aposentação,progressão, etc,para além dos nosso dados pessoais e académicos.É no fundo em espécie de bilhete de identidade do nosso percurso na função pública.
      Cumprimentos,

      Eliminar
    4. Sim, com identificação do vinculo

      Eliminar
  23. Alguém sabe quando vão começar a ser enviados os e-mail pela DRH?

    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Julho! Enviei ontem um email a solicitar varias informações e responderam-me julho...

      Eliminar
    2. Esta sim é a questão certa?

      Eliminar
    3. Caro anónimo de 27 de Junho de 2014 às 13:19.

      Será que pode colocar o teor das informações que solicitou, estou certo que serão questões comuns a muitos de nós e que podem ser relevantes.

      Por outro lado julho começa agora, aguardemos

      Obrigado

      Eliminar
  24. Deve contatar o seu presidente da junta, que o encaminha para a assistente social da sua câmara municipal. Mas não se esqueça que tem de fazer prova das suas despesas, tais como água, luz, renda da casa, etc. Só assim poderá receber esse subsídio.

    ResponderEliminar
  25. por que razão mudaram de critérios de desempate, agora os mais velhos foram preteridos a favor dos mais novos, essa alteração de critério pode ser objeto de recurso ou não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A suposta "reordenação" da lista final, consequência da "suposta" alteração dos critérios não deveria ser transversal a todas as referências (B e C) já que são todas objeto do mesmo procedimento?

      Eliminar
    2. bom dia,

      Não sei se esse critério foi efetivamente aplicado dessa forma e vou dar-lhe o meu exemplo.

      estou neste momento empatada com uma rapariga temos a mesma nota, somos ambas de serviços que não pertencem à AT, ingressamos na administração pública exatamente no mesmo dia e a única diferença entre nós as duas é a idade, neste caso ela tem mais 5 anos... com a alteração das listas continuamos as duas com a mesma nota e eu mantive-me sempre à frente dela (logo não podem ter mudado o critério da idade)

      Não sei se ajudou a esclarecer mas a minha experiência pessoal prova que o critério aplicado na primeira lista foi o mesmo que o aplicado na lista final.

      Eliminar
    3. Desculpem ignorem o meu comentário anterior. estive a ver com mais atenção e afinal temos diferença de um dia na data de ingresso na administração pública (eu entrei dia 1 e ela dia 2) :| assim sendo já não posso fazer a comparação.

      Eliminar
  26. posso pedir a ata aos RH para verificar os critérios? é que eu tb fui prejudicado e devo recorrer para quem?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Peça os critérios aos RH e divulgue aqui no Blog para todos sabermos.

      Eliminar
    2. Basta pedir à DSGRH que lhe seja disponibilizada a ata onde conste a definição dos critérios de desempate.

      Eliminar
    3. Creio que agora só tribunal...

      Eliminar
    4. Não é necessário, já foi retificada a lista

      Eliminar
  27. Comunicado da APIT com teor relevante:

    http://www.apit.pt/comunicados.php?id=70

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles falam em setembro mas a esta data ainda não existe DG. Espero que não estejam a aguardar por este para avançar com as colocações

      Eliminar
  28. ... Os critérios de desempate estão no art.º 37.º (salvo o erro) no DL 204/98, que é mencionado no aviso de abertura e na ata n.º1 (podem pedir o envio à DSGRH-DRM). Em termos práticos há 2 critérios: antiguidade na FP (o mais antigo) e só depois, a da ta de nascimento (candidato mais jovem). A lista está errada pq não reflecte estas regras. Isso já foi assumido telefonicamente, mas a verdade é que a lista está homologada. Por isso proponho que, ainda assim se recorra dentro do prazo estipulado e, por outro lado, se contacte o STI no sentido de obter apoio jurídico, no sentido de obter judicialmente aquilo que a administração, uma vez mais, prepotente e incompetentemente, se prepara para sonegar. isto sem entrar agora nas questões de alteração à grelha, todas elas mal decididas, aliás...

    ResponderEliminar
  29. A lista A foi retificada

    ResponderEliminar
  30. Já procederam à retificação da lista da Ref. A...

    ResponderEliminar
  31. Nova lista hoje e já homologada pelo SEAF, realmente o homem é rápido.... quando abri a página até pensei que seriam os locais... afinal foi apenas mais uma argolada de alguém, mas enfim, só não erra quem não faz nada. Se os RH forem tão rápidos como o SEAF realmente lá para setembro já estamos em funções

    ResponderEliminar
  32. saiu lista final retificada... sempre que retificam a lista desço cerca 20 lugares.... espero que fiquem por aqui :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais vale 20, que 200, que foi o meu caso...

      Eliminar
  33. Saiu lista retificativa. Vejam no Portal das Finanças.

    ResponderEliminar
  34. já viram a nova lista... mas antes terem lançado e depois corrigido do que estarmos ainda hoje sem saber de nada, além disso quem nunca errou pode ser o primeiro a criticar porque eu também já errei algumas vezes

    só quero que isto finalize é rápido

    cumprimentos a todos

    ResponderEliminar
  35. Um erro na lista detetado e resolvido. O SEAF também rápidamente homologou e isso é o que interessa. Fico satizfeito de ver que estão todos envolvidos neste concurso e desta forma em setembro estamos mesmo em funções tal como o governo prevê

    ResponderEliminar
  36. Boa noite,em situação de mobilidade interna (pertenço a serviço de origem diferente daquele onde exerço funções publicas) haverá condicionalismos formais ao recrutamento para estágio?
    É a AT que "requisita" o candidato ao serviço? Obrigada

    ResponderEliminar
  37. Os critérios nunca mudaram (enquanto esperávamos que saísse a lista final, eu pedi via email essa lista e tenho os critérios) , por isso ninguém foi prejudicado. Estavam é mal aplicados. Eu também desci na lista. Vá... Não vamos empatar isto mais uma vez...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, não deve ser pelos candidatos que a coisa empate mais. Tudo bem que temos de defender os nossos direitos mas haja bom senso.

      Eliminar
  38. Nova lista final rectificada do concurso para inspector tributário - referência A - alteração dos critérios de desempate: Aviso: http://info.portaldasfinancas.gov.pt/NR/rdonlyres/4B717EB9-FDA1-4012-BC68-AB9441DCF9B9/0/Aviso_Portal_Homologacao.pdf
    Listagem retificada: http://info.portaldasfinancas.gov.pt/NR/rdonlyres/25D395B2-68A4-4492-AF9C-6C59552E435A/0/Resultados_REF_A.pdf

    ResponderEliminar
  39. Houve rectificações na lista final. As mesmas já se encontram disponíveis no portal da AT.
    http://info.portaldasfinancas.gov.pt/NR/rdonlyres/4B717EB9-FDA1-4012-BC68-AB9441DCF9B9/0/Aviso_Portal_Homologacao.pdf
    http://info.portaldasfinancas.gov.pt/NR/rdonlyres/25D395B2-68A4-4492-AF9C-6C59552E435A/0/Resultados_REF_A.pdf

    ResponderEliminar
  40. O "timinig" da homologação da rectificação é prometedor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem duvida, fiquei pasmado. Com esta eficácia no resto lá para agosto já estávamos em funções. Infelizmente acho que a questão das vagas não dependerá dos RH, nem sequer do SEAF, mas se depender apenas destes a coisa promete

      Eliminar
  41. Meus caros a Lista da Referência A sofreu nova alteração devido a um erro no critério de desempate. Ver mo site da AT!

    ResponderEliminar
  42. Bom dia. Alguém sabe a partir de quando vão ser enviados os emails a solicitar os documentos? E já agora as vagas já estão definidas?

    ResponderEliminar
  43. Boa tarde a todos
    já devem ter reparado que temos novas listas. Para aqueles que agora ficaram além dos 900 não se preocupem demasiado porque de certeza que vão haver muitas desistências consequência das colocações. No ultimo concurso foi isto que aconteceu, estávamos a falar de 350 pessoas e não eram todos FP. Por isso não vamos desesperar.
    Cumprimentos a todos

    ResponderEliminar
  44. Alguém sabe de o novo DG já foi escolhido? A CRESAP já tinha proposto os nomes

    ResponderEliminar
  45. Ora aí está, resolvido o mistério do candidato desaparecido no novo despacho de homologação

    ResponderEliminar
  46. Parece que o que poderá empatar é a escolha das vagas pelos vários locais. Sabem se estão a aguardar pelo novo DG para isso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode ser isso, sim. Foi a minha interpretação quando li o comunicado 3 da APIT que um(a) colega disponibilizou aqui no forum

      Eliminar
    2. O ideal era isso já estar definido. Mas não tenho duvidas que estão identificados os serviços que precisam com mais urgência de IT's, porque na verdade precisam todos e não falta matéria a fiscalizar em portugal. Talvez o problema seja a questão logística de colocar as pessoas, mas só agora estarem a tratar disso também seria estranho. Podemos sempre ficar em anfiteatros a ter formação até encontrarem secretárias para a malta....

      Eliminar
    3. A esta altura ainda vão escolher os locais?!?! Isso tem de estar escolhido, aliás isso deveria estar escolhido desde o inicio do concurso. Eventualmente poderão fazer alguns ajustes.

      Eliminar
  47. Sim, estão aguardar pelo novo Diretor Geral, ele é que vai definir o resto que falta concurso.
    Ainda durante o decurso do mês iremos receber o mail a solicitar a documentação.
    Espero que para Novembro estaremos todos em funções.

    ResponderEliminar
  48. sem querer causar a confusão ou a frustração aqui, mas parece que todo o atraso será por falta ....de dinheiro! Internamente apontam para Novembro na melhor das hipóteses. É pena, mas é este o país que temos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não duvidando da tentativa de ajudar os restantes candidatos, internamente quem aponta? O Min. das Finanças pretende o inicio em Setembro conforme já noticiado pelo Publico e afirmado pelo SEAF. Os RH são omissos nas datas além das que constam na informação que emitiram mas novembro infelizmente enquadra-se no ultimo trimestre. O novo DG ainda não está escolhido (isto sim pode ser um problema). Quanto ao dinheiro, este será o que já é pago nos serviços de origem com as eventuais diferenças de quem ganha menos de que 1300€ mensais, logo a diferença não será assim significativa. Além disso ainda não sabem o serviço das pessoas e o rendimento de origem porque ainda ninguém entregou os documentos. Espero que esteja enganado e entre Setembro e inicio de Outubro comece o estágio, mas se tiver certo o que fazer......

      Eliminar
    2. Existe ainda outro problema. Cerca de 2/3 ( 600 ) dos candidatos já são funcionários da AT, ao nível dos serviços locias de finanças. Acontece que essas unidades locais, que são o front-office da AT, debatem-se neste momento com imensas dificuldades de funcionamento operacional, existindo mesmo algumas que podemos afirmar, já se encontrarem em objectiva e real ruptura e só conseguem assegurar atendimento ao público, situação que se está a agravar pelo gozo de férias e aposentações. Desde 2007 que não existe qualquer concurso de admissão de funcionários para os serviços locais de finanças.
      Eu acho que a demora poderá ter como razão o planeamento, para que não ocorra situações de completa inexistência de funcionários para a manutenção do seu funcionamento. Já se fala que o estágio irá decorrer nos Serviços de Finanças para evitar essa situação e minorar essas consequências.
      Esta situação é insustêntável e pode vir a ser explosiva, já que os SF's viram as suas competências aumentadas com a cobrança das portagens, este mês prevê-se iniciar-se o inicio das instaurações das infracções nos operadores de transportes públicos e a cobrança coerciva das taxas moderadoras.
      Cada vez mais as acções coercivas são mais agressivas e simultâneas, sem cumprimentos dos principios da proporcionalidade, legalidade e oportunidade, a paciência dos contribuintes é cada vez menor por não verem as suas questões respondidas e resolvidas e o pessoal está a chegar a um ponto de esgotamento fisico e psicológico.
      Existem mesmo situações de pedidos de exoneração, atestados médicos e aposentações antecipadas com elevadas penalizações, porque o desânimo e o cansaço é imenso.
      Quem vier de fora da AT, venha com espirito aberto, porque o que vai encontrar não é fácil.
      A AT, para funcionar condignamente, exercendo as funções a que está cometida na sua lei orgânica e liquidar e cobrar as receitas previstas no OE necessitaria de admitir cerca de 3.000 funcionários de imediato, para repor as vagas existentes nos quadros legais e assegurar a cobertura de cerca de mais de 1.000 funcionários que aguardam a sua aposentação no curto prazo.

      Eliminar
    3. Eu sou de fora da AT, de um organismo que se depara com os mesmos problemas. No entanto existe necessidade ainda mais urgente de IT's, a facilidade na "fuga aos impostos" é gritante no nosso país, todos nós conhecemos casos e se reprovarmos estas situações publicamente ainda somos colocados à parte, e este é um problema que tem de ser PRIORITARIAMENTE e DEFINITIVAMENTE resolvido em Portugal. Se tudo correr bem iremos partilhar essa missão. Quanto aos outros organismos, PJ, DGO...., terão de resolvidos eventualmente com reorganizações de serviços, de competências, e até mesmo concursos de maior envergadura que garantam o normal funcionamento para os próximos anos. Certo é que uma solução capaz não passará por ir tapando buracos conforme tem sido feito nos últimos anos

      Eliminar
    4. eu não estou enganado, nem quero enganar ninguém, passei apenas uma informação. Foi uma informação que ouvi internamente, precisamente porque o próprio DG (em funções) aponta para essa data. Veremos então em setembro ou outubro se já alguém está dentro.

      Eliminar
    5. Sim. tb já ouvi novembro. No entanto set e outubro continuam a ser possiveis meses. Depende também da entrada em funções do novo DG e da vontade de quem manda

      Eliminar
    6. não pretendia dizer que estava a enganar ninguém, pelo contrário parece uma data possível, mas infelizmente existe aqui muita gente que faz disso ocupação principal. Como alguém já atrás disse, não devem ter nenhuma praia para onde ir

      Eliminar
  49. A nota biográfica solicitada aos RH apenas apresenta datas e categorias na carreira da FP, é omissa quanto à avaliação... Fica a pontuação SIADAP a 0 (zero) por mudar de carreira?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre que o salário sofre alterações a contagem de pontos do SIADAP é reiniciada, ou seja, passa a ser 0

      Eliminar
    2. Obtive informação dos RH que a nota biográfica apenas necessita do percurso na FP (com as respetivas datas e carreiras).

      Eliminar
  50. Novo erro obriga fisco a rever a lista de candidatos a inspectores tributários

    http://www.publico.pt/economia/noticia/erro-obriga-fisco-a-rever-a-lista-de-candidatos-a-inspectores-tributarios-1661228

    ResponderEliminar
  51. http://www.stimpostos.pt/images/comunicado_9_2014_cortes_salariais_integracao_na_tru_etc.pdf

    ResponderEliminar
  52. Já alguém recebeu o email com a notificação de apresentação de documentos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só lá para o final do mês. E o pedido pode ser por carta registada.

      Eliminar
    2. Os RH indicam o presente mês para avançar com as notificações aos candidatos.

      Eliminar
    3. Contatei ao DRH e fui informada de que está previsto nas próximas semanas ser remetido aos candidatos o email a solicitar a documentação. Aguardemos pois... outra vez

      Eliminar
  53. Previsões para Inicio estágio e alguem sabe alguma coisa relativamente as vagas? será mesmo por todo país?

    ResponderEliminar
  54. A mim parece-me que não deve ter entrado e está com dor de cotovelo pelos seus colegas terem conseguido! É triste. "Enfim"

    ResponderEliminar
  55. Alguém que informe aqui as previsões para inicio estagio. será que ainda não é em 2014???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As expectativas já aqui estão. Basicamente entre Setembro e Novembro, mas vamos ver, imagino que dependerá também das decisões do novo DG

      Eliminar
    2. Eu aposto mais para Novembro

      Eliminar
  56. Boa noite. Gostava de tirar umas duvidas. Estou nos primeiros 45 classificados da referencia A. Trabalho numa instituição em regime de contrato de trabalho em funções publicas. Se eu aceitar este periodo experimental de 1 ano, a institução onde estou é obrigada a guardar-me o lugar durante esse tempo caso pretenda voltar no fim? Se sim e se o periodo experimental se prolongar além de 1 ano, a institução é obrigada a guardar-me a vaga até final deste? sabem a legislação que regula isso? Quando escolhemos o local do periodo experimental não significa que no fim não poderemos ir para longe da nossa residencial? Pergunto pois se me sair o local perto do meu domicilio aceito, mas estou com medo de aceitar e depois no final enviarem-me para muito longe de casa e depois não poder voltar à tras para a instituição onde estava.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Posso responder parcialmente a algumas das questões pois já as coloquei aos RH da AT:

      - A instituição de origem deverá guardar a vaga no mapa de pessoal (também não sei o que acontece caso o estágio se prologue mais que um ano).
      - Em princípio, vão tentar colocar as pessoas em estágio já nos locais onde existam vagas nos quadros, não implica, no entanto, que no final do estágio estes sejam em 100% assegurados. À semelhança do concurso anterior (350-Direito), haviam 3 locais para estágio, onde estavam previstas (quase) todas as vagas e no final do estágio, um número pequeno ficaram afetos a outros locais.

      Não deixa de ser pertinente a sua questão já que será provável que o estágio se prolongue por mais de um ano...

      Eliminar
    2. Coloquei as seguintes questões a AT:
      Segundo o Artº 12 da Lei nº 12-A/2008, de 12 de fevereiro, o período experimental é de 1 ano, salvo lei específica, e em caso de não ser aprovado “o trabalhador regressa à situação jurídico -funcional de que era titular antes”. Mas o que se tem visto, nos estágios anteriores, é o tempo ser superior a um ano, existe alguma lei específica? Estamos sempre salvaguardados, em caso de alguma coisa correr mal, voltar ao serviço de origem? Qual o período de tempo que irá ter este estágio?
      Aproveito para perguntar quais os elementos que devem constar da Nota Biografica que irão solicitar.

      Resposta:
      Em resposta ao solicitado informa-se que:

      1. Nos termos do nº 1 do artigo 30º do D.L. nº 557/99, de 17/12 (que regulamenta as carreiras do Grupo de Pessoal de Administração Tributária, onde se inclui a carreira de IT) os estágios têm duração de um ano. No entanto, este período de um ano entende-se como sendo o período durante o qual o trabalhador se encontra em processo de formação, pelos motivos a seguir indicados.

      2. Nos termos da alínea c) do nº 2 do mesmo artigo a prova final será realizada após o período de estágio (ou seja, após ter sido concluído 1 ano de estágio).

      3. Nos termos do nº 1 do artigo 31º do mesmo diploma legal, os estagiários que obtenham aprovação mantêm-se na situação de estagiários enquanto não forem providos em lugares do quadro correspondentes às categorias de ingresso.

      4. Pelo que, realizando-se a prova final apenas após 1 ano de estágio e havendo uma série de procedimentos administrativos a realizar, que decorrem da lei (correção das provas, divulgação dos resultados, audiência dos interessados, homologação da lista final, análise de eventuais recursos, procedimento para colocação definitiva em lugares vagos) durante todo este período para além de 1 ano, os candidatos mantêm-se na situação de estagiário, com todos os efeitos legais daí decorrentes.

      5. Os serviços responsáveis pela emissão das notas biográficas são conhecedores dos elementos que desta devem constar e que respeitam à situação jurídico-funcional do trabalhador e respetivo percurso profissional.

      Nova questão: E após decorrido esse tempo todo, feita prova final e não ser aprovado, volta para o local de origem? (pior dos cenários)
      Resposta:Tal como referi “durante todo este período para além de 1 ano, os candidatos mantêm-se na situação de estagiário, com todos os efeitos legais daí decorrentes”, nomeadamente a salvaguarda prevista no artigo 12º da Lei nº 12-A/2008, de que em caso de não ser aprovado “o trabalhador regressa à situação jurídico -funcional de que era titular antes”.




      Eliminar
    3. O lugar fica sempre guardado enquanto decorrer o período experimental. Findo o mesmo tendo aproveitamento e assinando contrato não pode voltar à origem

      Eliminar
    4. Os primeiros classificados ficam com melhores hipóteses de integração nos locais que desejam , mas no final do estagio que normalmente nunca é inferior a 2 anos , podem ser colocados noutro local onde façam mais falta. Também não se podem esquecer que mesmo que o ordenado base seja superior ao nível de entrada, quando terminam o estágio todos têm de ganhar pela base do concurso . . . Com a revisão da tabela remuneratória ainda poderá ser pior. Eu estou dentro dos 900 admitidos, mas como ganho um valor muito aproximado dos inspectores, em principio não irei aceitar a vaga. Só se me retirarem o suplemento entretanto . . .

      Eliminar
    5. Menos um na lista então! Ótimo para quem ficou posicionado fora dos 900!

      Eliminar
    6. fui ler o D.L. nº 557/99, de 17/12 acima referido. O nº 6 do Artigo 29º reza assim:

      6 - Serão admitidos ao estágio o número de candidatos correspondente às vagas existentes a às
      que se preveja que ocorram durante o período de validade do concurso realizado pare o efeito,
      acrescido até 30 %, descontada a quota mencionada no número seguinte.

      Pergunto eu, do alto da minha ignorância: isto quer dizer que são abertas 30% a mais de vagas a estagio e no fim, 300 dos 1000 não têm vaga e vão para casa? Ou seja, imaginando que os 1000 obtêm positivas a todas as avaliações, só ficarão 700? Ou será que são 1000 estagiários para 1000 vagas?

      Eliminar
    7. Das 900 vagas para a referência A ainda pode acrescer mais 270 vagas.
      O que dá 1170 vagas só para a ref.A, isto é, mais do que os aprovados da lista final.

      Eliminar
    8. Se verificar atentamente no nº1, no Artigo 29º, refere-se a:

      1 — A admissão ao estágio para ingresso na categoria
      do grau 2 faz-se, mediante concurso, de entre indivíduos
      habilitados com o 12.o ano ou com curso adequado...

      Não é este o caso.

      Eliminar
  57. há uma grande vontade de os estágios iniciarem em Outubro foi dito pela Drª Angela ao Sindicato. Alguém confirma?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Soube isso através do STI? Podemos sempre perguntar ao sindicato

      Eliminar
    2. Esperemos que sim e também que as decisões que o novo DG tome sejam neste sentido, caso contrário tudo volta a complicar

      Eliminar
    3. Sim através do sindicato dos trabalhadores dos Impostos bastantes prestáveis, qt APIT, tem sido uma desilusão total...

      Eliminar
    4. Para 2015 devemos ter novidades... e assim anda este país!!!

      Eliminar
    5. A APIT também já respondeu a um dos meus e-mails, antes mesmo da lista sair a 23/06 e informaram que a lista iria sair antes de qualquer outro. Também as noticias do publico citam sempre o presidente da APIT. É pena que de facto não respondam mais vezes às questões dos eventuais futuros associados

      Eliminar
    6. Devo discordar, pois de todas as vezes que entramos em contacto com a APIT obtivemos sempre indicações fiáveis sobre o desenrolar do procedimento.

      Eliminar
    7. Pois eu não!!! são opiniões...

      Eliminar
  58. Já pensando no estágio. Pelo que percebi são 3 testes para podermos concluir o estagio com sucesso sendo o ultimo a eliminar? E existe parte do estágio que é feito no terreno? Não vai ser fácil.O ordenado compensa pelo menos . . . Alguém sabe ao certo qual o ordenado depois de concluir o estágio? Ouvi dizer 1200 líquidos, agora de inicio é 1000 € . . . Eu como ganho 600 é muito bom :) . . . espero começar já a caçar facturas . . . boa sorte a todos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se trata propriamente de caçar faturas mas haja vontade. Agora cada coisa a seu tempo que isto ainda não está concluído

      Eliminar
    2. "Excelente" mentalidade esta ! É mesmo desta mentalidade que a sociedade precisa ! NOT ! Acho que a declaração de robustez física e perfil psíquico é dispensável para este "nosso colega", pois parece-me que o "perfil psíquico" é fraquinho...

      Eliminar
    3. Ainda não me tinha apercebido que podiam concorrer licenciados não detentores da categoria de técnico superior. O valor na base de um técnico superior é de 1012.68 euros, o líquido (apesar dos cortes até maio serem penalizadores) não seria nunca 600 euros. Mas claro que se forem assistentes técnicos podem receber líquidos esse valor. Nesse caso, comparativamente, trata-se de uma grande subida remuneratória.
      Outra questão muito importante, que vai para além da questão monetária (que a meu ver não é assim nada abonatória, muito menos com o corte do FET) é a espetactiva de cada um e a perspectiva da valorização desta carreira vista por cada um. Quando a maioria, ou uma grande maioria dos que se encontram (ou venham a encontrar) na carreira se sentem "valorizados" porque em termos monetários vão ganhar acima é entrar no caminho da desvalorização da profissão. O trabalho de um inspector não é o mesmo exigido a algum técnico superior ou assistente técnico que hoje trabalhe numa direcção de serviços financeiros de qualquer um organismo.

      Eliminar
    4. E eu não me tinha apercebido de tantos comentários de gente infeliz! Vai ler o aviso novamente e vê lá bem onde menciona a "categoria" obrigatória!
      Neste procedimento procuram FP detentores de determinadas licenciaturas/áreas de formacao.

      Eliminar
    5. Vai-te deitar numa praia qualquer e não venhas para aqui mandar "bitaites" ó anónimo de 9/7 às 17:53!
      És mais um daqueles que não gosta ou não sabe trabalhar e tem medo daqueles que realmente trabalham...

      Eliminar
    6. Conforme o aviso de abertura, podiam concorrer bacharéis, licenciados, mestres ou doutores (titulares de cursos superiores - na área), desde que tenham vínculo à FP, independentemente da carreira e respetiva posição remuneratória.
      O ponto de vista acima exposto é subjetivo, já que sendo (ainda) uma carreira não revista é revestida de grau de responsabilidade (ético, social e patriótico) acrescido e tem nos representativos sindicais uma grande força que fazem valer essa distinção. Por isso mesmo, trata-se de uma carreira, a meu ver (ainda) "valorizada" - creio que seja (também) por isso que se justifica a existência do FET.
      Não creio que se consegue, nesta vida (pelo menos de forma lícita e/ou transparente), obter maior rendimento, sem responsabilidade acrescida. Portanto a todos os futuros colegas colocados, desejo um bom estágio.

      Eliminar
    7. cortaram / vão cortar o FET?

      Eliminar
    8. O amigo é presunçoso... Primeiro, identifica-se como um ser superior que "não se tinha apercebido" que os assistentes técnicos podiam concorrer.... Em segundo, descobre a pólvora, conclui que se "trata de uma grande subida remuneratória", demorou a chegar a essa conclusão? Eu cheguei a essa conclusão mal li o aviso de abertura... Em terceiro, escreve com erros ortográficos, o que é feio e lamentável... Em quarto, refere que ser inspector é difícil. Já cavou estrume ao picoto? Já trabalhou no sector privado? Claro que ser inspector irá ser dificil, mas trabalhar no Estado é 1000% mais "soft" que o privado. Eu tenho um amigo meu bancário que ganha menos de 1000 € e tens objectivos quantificados semanais e mensais de venda de faqueiros... Estudou Gestão 5 anos, veste fato e gravata e vai para um banco vender faqueiros! Caro amigo, desça à realidade e verifique que a sociedade é composta por pessoas que vivem com dificuldades e que a vida de inspector será imensamente mais fácil do que a pessoa que lhe tira café todas as manhãs e o ouve a queixar-se da vida...

      Eliminar
    9. Pois pelos visto existem pessoas, ou não fazem nada ou desvalorizam a sua carreira, não entendo o medo ou incapacidade que se coloca neste blog, Se formos profissionais, e tivermos gosto pelo que aceitamos fazer, julgo na minha modéstia opinião, que o trabalho que iremos executar irá correr de feição, é claro que iremos ter alguns obstáculos, mas quando lá chegarmos resolvemos! Vamos todos com muita calma, serenidade e acima de tudo muita vontade para abraçar este Projeto. Aqueles que não tem que fazer, e fazem algumas perguntas ridículas, porque não vão até à praia é que agora está bom tempo e pelos vistos água promete. Deixem decorrer o Concurso. Boas Férias, agora é isto que tenho em mente, cada etapa a seu tempo!!!

      Eliminar
  59. Esta semana deve ser publicada a homologação da lista (corrigida). Assim que isso acontecer os 1ºs 1000 das listas vão receber e-mails a solicitar documentação.
    Até ao final do mês vai haver novidades... Já faltou mais para começar este estágio.

    ResponderEliminar
  60. http://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c3246795a5868774d546f334e7a67774c336470626e4a6c635639775a584a6e6457353059584d7657456c4a4c3342794d544d314d53313461576b744d7931684c6e426b5a673d3d&fich=pr1351-xii-3-a.pdf&Inline=true

    ResponderEliminar
  61. Já está hoje no DRE a lista alterada. Aviso n.º 7857/2014 de 08 de julho.

    ResponderEliminar
  62. http://www.noticiasaominuto.com/economia/245950/novo-diretor-dos-impostos-e-antonio-brigas-afonso

    ResponderEliminar
  63. António Brigas Afonso é o novo DG da AT. Foi rápido. Mais uma vez o MF e eventualmente o SEAF foram bastante rápidos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alguém que tenha trabalhado com ele? qual é a vossa opinião?

      Eliminar
  64. Só vão entregar os documentos o número das vagas ou todos os que passaram no exame?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqueles que ficaram aprovados dentro do n.° das vagas existentes

      Eliminar
    2. Só aos primeiros 1000 candidatos. tb tive informação que nesta data vão perguntar quem vai aceitar, o que me parece mt descabido.

      Eliminar
    3. Não foi essa a informação que obtive. Aquando do contacto com os RH, indicaram que solicitariam a documentação e posteriormente é que haveria lugar às "candidaturas" aos locais disponíveis a estágio.

      Eliminar
  65. por 1200€ líquidos por mês fico onde estou, acho que para as condições a que estão sujeitos os inspetores tributários deveriam ganhar líquidos no mínimo 2000 €, claro que muita gente irá rir desta opinião, mas quando estiverem no terreno vão o quão difícil é a profissão, mas como já dizia o outro " o tempo é que fala ".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então fica onde estás que parece que estás bem!!!
      És mais um invejoso - daqueles que, das duas uma: ou ficaste fora dos 900 lugares ou ficaste excluído por alguma razão!

      Eliminar
    2. Confesso que não compreendo este tipo de comentário, inútil, sem razão de ser e inoportuno, especialmente oriundo de alguém que concorreu!? Ou também "esqueceu-se" de ler o aviso de abertura (onde constava o índice remuneratório)?

      Eliminar
  66. Interessante a perspetiva que introduz...não saberia aquando do aviso de abertura o índice a que ficaria afeto (pré e pós estágio)? Não entendo então o que motivou a candidatura...

    ResponderEliminar
  67. Boa noite,
    Penso que esta lista ainda ira ter alterações, após a entrega de documentação, pois conheço candidatos que não possuem os requisitos, porque não têm o vinculo exigido, e outros porque as habilitações não são as do aviso de abertura!!!
    E ainda as possíveis desistências... Todos nós vamos subir uns lugares!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em relação ao vinculo parece-me que há umas quantas pessoas que não o têm e vão ser excluidos. Quanto às habilitação já não. No inicio quem não tinha a habilitação adequada foi excluido, e foram muitas pessoas. Logo os que ficaram tem Licenciatura adequada há função, mesmo não constando na lista (Que serve para Inspetor Assessor apenas). Os que foram aceites ficam... Agora desistências irão haver muitas devido há distância que vão ficar de casa... Muitos vão subir de posição

      Eliminar
    2. Bom dia,
      O que o colega diz é verdade, existem efectivamente vários candidatos sem os requisitos necessários, para além disso também existem possíveis desistências. Normalmente neste tipo de concurso são mais de 10%.
      Gostaria de aproveitar também para realçar que o trabalho de inspector deveria ser muito mais valorizado do que é. É muita responsabilidade e são necessários vários anos para entender todos os conceitos inerentes à profissão, para além da actualização constante de conhecimentos .É preciso também muita humildade para aprender e não se pode apenas pensar que se vai ganhar mais, porque só compensa para quem está disposto a fazer o sacrifício, não é só caçar facturas como já aqui vi referido. . . Espero que todos os que entrarem contribuam para um sociedade melhor e igualitária.

      Eliminar
    3. Relativamente ao "post" de 10/07 às 00:11, indicou que existem candidatos em que as habilitações não são as do aviso de abertura, mas não foi já analisada esta questão? Na lista de admitidos/excluídos ao exame, foram excluídos candidatos pelo motivo de habilitação inadequada face à área funcional. Faz sentido ainda analisarem essa situação? só se no momento do aviso ainda não tinham concluído a licenciatura.

      Eliminar
    4. Ou tenham colocado um nome diferente do que é na realidade . . .

      Eliminar
  68. http://www.publico.pt/economia/noticia/fisco-lanca-operacao-para-percorrer-estabelecimentos-comerciais-em-todo-o-pais-1662213

    noticia interessante e se tudo correr conforme o governo deseja realmente quem se "esquece" de passar fatura terá uns difíceis próximos tempos

    ResponderEliminar
  69. Efectivamente, na minha opinião 1200€ líquidos não é muito para este tipo de actividade profissional com possíveis deslocações com veículos próprios com o risco de levarmos um risco no carro ou pior. Mas como se diz, os funcionários públicos ganham muito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vi nos critérios de admissão ao concurso a exigência de carta de condução...quanto mais de veículo próprio...mais um comentário para afastar a concorrência?

      Eliminar
  70. Os contribuintes portugueses agradecem reconhecidos ao Sr. DG da AT, que os seus requerimentos, esclarecimentos, declarações, penhoras, reclamações graciosas, avaliações, divergências, restituições, devoluções, etc, ficaram mais um dia na mesa dos funcionários dos SF que foram colocados na rua nesta operação de pura propaganda mediatica, para alimentar o ego do Sr. SEAF, Sr. DG e Sr. SubDG da MIQ, em que se gastaram dezenhas de horas de trabalho a somar ás proximas, na próxima semanha a carregar os relatórios para uma aplicação informática q só aguenta funcionar, repartindo os distritos por dias, continuando-se a acumular serviço em cima das secretarias, tal é a incapacidade humana de tratar tanto expediente, agravado com a redução de pessoal e a falta de investimento.
    Só mesmo alguém que está a dias de se ir embora, numa época de gozo de férias, dá uma ordem destas.
    Lamentavél!!!

    ResponderEliminar
  71. Para acelerar o processo. Deveriam solicitar desde já os documentos comprovativos e a preferência das vagas para todos os 1150 que obtiveram positiva. Não me parece que seja boa ideia fazer por fases. Mas é só uma opinião. . .

    ResponderEliminar
  72. Será este semana que vamos receber mail solicitar documentação? confirma-se que na próxima 4ªf toma posse o novo Diretor Geral??

    ResponderEliminar
  73. Acredito que existem algumas pessoas com um bom perfil para este concurso. Mas a minha opinião é que este concurso devia ser para pessoas jovens, com boas capacidades fisicas e psicologicas, que não se importam de ficar longe de casa e querem começar uma carreira sem pensar apenas no ordenado. Porque esta oferta é para inicio de carreira, não é para subir na carreira. O que estão a pagar parece-me razoavel. Mas têm de dar condições de segurança às pessoas, que provavelmente não há. Isso sim é preocupante e um bom motivo para pensar duas vezes.

    ResponderEliminar
  74. Depois de ler estes comentários já percebi porque os inspectores estão dispensados de uso e porte de arma . . . Vamos ter calma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. dispensados de licença de uso e do porte de arma de defesa . . .

      Eliminar
  75. Pessoal, pelo menos para a ref A, o email a pedir docs foi enviado hoje.

    ResponderEliminar
  76. Já começaram a pedir a documentação...

    ResponderEliminar
  77. Finalmente emais.. agora toca a mexer..

    ResponderEliminar
  78. Já recebi o e-mail a solicitar documentos!!

    ResponderEliminar
  79. Já estão a mandar os mails a pedir a documentação - 15 dias úteis

    ResponderEliminar
  80. Confirmo, também já recebi o email a pedir a documentação

    ResponderEliminar
  81. O ponto 3 da comunicação enviada por e-mail refere que quem não estiver interessado em celebrar contrato deve comunicar por escrito a desistência....
    Sinceramente acho que não é nesta fase que alguém vai desistir, as desistências serão quando se souber as colocações e se ficar longe de casa, das famílias....

    ResponderEliminar
  82. Só estão a enviar emails aos que ficaram até à posição 900 ou a todos com nota positiva?

    ResponderEliminar
  83. Ainda não recebi o email. Existe mais alguém nestas condições?

    ResponderEliminar
  84. Setembro nem pensar (apesar do SEAF, ao Público, o ter indicado), Outubro muito improvável, Novembro com expectativas muito baixas e quem fala de Dezembro, também fala de Janeiro.... É como a música do Trio Odemira, "Sete e pico, Oito e coisa e Nove e tal"! Existe um iato de espaço muito grande e muita imprevisibilidade... Só queria deitar esta "acha para a fogueira" para ver as opiniões. "Brainstroming" colectivo.

    ResponderEliminar
  85. Mais alguém não foi notificado.

    ResponderEliminar
  86. Aposto início estágio em Novembro!!!

    ResponderEliminar
  87. No que respeita aos lugares para o estagio...ao que parece vai ser muito complicado conseguir lugares no norte do país. Antes de disponibilizarem os lugares de estagio a at vai proceder à abertura de um movimento extraordinário de its e so as vagas que estes nao preencherem é que nós poderemos vir a escolher. É assim que acontece sempre. E depois, há muitos it que sao do norte e estao em lisboa...nos sc e na df...é obvio que vao querer ir para cima. Atentem bem... só no concurso externo de direito quase 2/3 são do norte..devem estar na linha da frente para rumarem para o norte. Conclusão: Nao vai ser nada fácil conseguir um estágio no porto, braga, aveiro ou viana.

    ResponderEliminar